9 de set de 2014

IDEB da escola: Uma conquista coletiva (Parabéns a todos!)

Fonte: Diário Catarinense

Escola de Pirabeiraba tirou nota 8,8 na avaliação do Ideb, a mais alta de Joinville pela segunda vez

Escola de Pirabeiraba tirou nota 8,8 na avaliação do Ideb, a mais alta de Joinville pela segunda vez  Rodrigo Philipps/Agencia RBS
Adolpho  Bartsch ficou em 1º em SC entre as escolas de 1º a 5º ano do ensino fundamental Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS


       Quando saiu o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) na última sexta-feira, o diretor da Escola Municipal Adolpho Bartsch, Fábio de Almeida Doin, não ficou surpreso.
      A média de 8,8 alcançada pelos alunos da instituição se deve a algumas práticas constantes de aperfeiçoamento no ensino. A escola situada no distrito de Pirabeiraba, zona Norte de Joinville, atende a 330 alunos do 1º a 5º ano do fundamental e conquistou o primeiro lugar em Santa Catarina no Ideb aplicado em 2013.
      Para o Ministério da Educação (MEC), os estudantes da Adolpho Bartsch têm conhecimento em nível avançado levando em conta os resultados da prova Brasil (português e matemática).
      O diretor revela que o resultado de 2011 foi, sim, uma surpresa, mas que desde então as práticas para melhorar o ensino evoluíram, como é o caso do reforço escolar.
    " Aplicamos um simulado de língua portuguesa e matemática a cada 15 dias. Assim podemos medir o aprendizado e dar o reforço em assuntos específicos _ explica.
      Uma das atividades extracurriculares de destaque é a "Sacola de Leitura" que o aluno tem o objetivo de ler um livro em casa com a família e documentar a história e opinião em um caderno. Por meio dessa atividade, os alunos ampliam a visão de mundo e interpretação dos fatos cotidianos. Outras atividades ocorrem ao longo do ano, como os campeonatos de tabuadas, de xadrez, soletrando, semana literária e mostra de arte.
campeonatos de tabuadas, de xadrez, soletrando, semana literária e mostra de arte.
_ O mais importante para a gente não é a média do Ideb, mas saber que os nossos alunos estão capacitados para continuarem os estudos _ esclarece.

Planos futuros
A partir de 2015, Adolpho Bartsch irá implementar o programa Mais Educação, do governo federal. Tratam-se de estratégias do MEC para a ampliação da jornada escolar e a organização curricular na perspectiva da educação integral para escolas públicas da rede estadual e municipal. Segundo o diretor Fábio de Almeida Doin, algumas oficinas já estão definidas para ano que vem, como coral, capoeira, artes e fotografia para alunos do 5º ano.
_ Queremos aumentar em alguns décimos a média. Mas se somente mantivermos, já está ótimo _ destaca o diretor.
Com baixa rotatividade de professores, a escola tem "fila de espera" para profissionais que desejam trabalhar. Ao todo, são 20 professores que lecionam na escola, todos com pós-graduação. Fábio afirma que fornecer oficinas para a capacitação profissional é uma prática recorrente para eles também.
A prática de estudar a proposta pedagógica no início do ano também ajuda a esclarecer os objetivos do ensino letivo. Segundo o diretor, o ambiente amigável e a favor do diálogo proporciona ao professor a valorização de suas atividades.
_ Procuro ter cuidado ao falar com os professores. É preciso saber elogiar e chamar a atenção de forma adequada. Não adianta a escola ter uma boa estrutura, mas professores desmotivados _ diz.

Liderança entre as cidades de maior porte
As notas divulgadas na sexta-feira demonstram que, apesar do recuo de Santa Catarina no ranking geral (caiu de 1º para o 4º lugar), a cidade mais populosa do Estado ficou acima da média nacional e lidera o ranking das cidades de maior porte. Coletados no ano passado, os dados do índice levam em conta os resultados da Prova Brasil (português e matemática) aplicada nos estudantes e os índices de aprovação.
Nas séries iniciais (1º ao 5º ano), todas as escolas municipais de Joinville ficaram acima da média nacional, que era de 5,2. O conjunto joinvilense obteve uma média de 6,8. Quatro unidades tiveram índice acima de oito pontos. A Escola Municipal Adolpho Bartsch, no distrito Pirabeiraba, atingiu 8,8. A Presidente Castelo Branco, no Boa Vista, recebeu 8,3 e as escolas Governador Pedro Ivo Campos, no Costa e Silva, e a Pastor Hans Müller, no Glória, alcançaram 8,1.
Nas séries finais (6º ao 9º ano), a média nacional foi de 4,2. Em Joinville, as escolas municipais atingiram a média de 5,4. Destaque, novamente, para a Governador Pedro Ivo Campos, que obteve 6,6, seguida da Pastor Hans Müller, Carlos Heins Funke, Presidente Castello Branco e Zulma do Rosário Miranda, com 6,4.
_ Este resultado é graças ao empenho e trabalho dos nossos professores, que junto com as equipes das escolas, alcançaram este excelente índice _ enalteceu a coordenadora de ensino fundamental da Secretaria de Educação de Joinville, Dalva Maria Alves.

Um comentário:

Profª Rita disse...

Parabéns! Resultado de trabalho e dedicação de toda a equipe, muito orgulho em fazer parte!