21 de mar de 2012

Para refletir...

O Instituto Nacional de Saúde Mental dos EUA publicou os resultados de uma pesquisa feita entre pais bem sucedidos, aqueles cujos filhos, com mais de 21 anos, "eram todos adultos produtivos que, aparentemente, são bem ajustados na nossa sociedade". Perguntou-se a esses pais: "baseado em sua experiência pessoal, qual é o melhor conselho que poderia dar a outros pais"? As respostas mais frequentes foram: 'Amem intensamente', 'disciplinem de forma construtiva', 'passem tempo juntos', ensinem seus filhos a diferenciar o certo do errado', 'criem respeito mútuo', 'escutem-nos realmente', 'deem orientação em vez de um sermão' e 'sejam realísticos'.
No entanto, os pais não são os únicos empenhados em produzir jovens adultos bem-ajustados. Os professores também desempenham um papel vital nisso. Um professor experiente mencionou o seguinte: "O objetivo primário da educação formal é apoiar os pais na formação de jovens adultos responsáveis que sejam bem desenvolvidos intelectual, física e emocionalmente".
De modo que os pais e os professores têm o mesmo objetivo: educar os jovens para que mais tarde tornem-se adultos maduros e equilibrados, usufruindo a vida e podendo achar seu lugar na sociedade em que vivem.

Texto retirado de uma revista sobre educação.
Equipe Adolpho Bartsch

Um comentário:

Diretora Katia disse...

Os pais que sentam para conversar , dedicam alguns minutos diariamente para dar atenção especial ao seu filho, colherão bons resultados. Porque a afetividade não dói, é de graça e faz bem ao coração.
São estas pequenas coisas e atos que fazem a diferença na vida das crianças.
Pais, amem, cuidem, acarinhem, participem da vida de seus filhos